Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VIAGENS AÉREAS

Sistema automático vai facilitar na hora de cancelar ou remarcar voos internacionais

Cerca de 60 companhias aéreas vão adotar processo automático
06/06/2020 13:33 - Gabrielle Tavares


Remarcar ou cancelar uma passagem aérea internacional deve ficar mais fácil a partir de domingo (07). Mais de 60 companhias aéreas do mundo adotarão o sistema “Flexibilidade de Emergência”, processo automatizado para reemissão de passagens aéreas. A solução permite que novos dados de “Mudanças Voluntárias” e “Reembolsos Voluntários” sejam aplicados a passagens compradas antes da pandemia da Covid-19.

Segundo informações do site Melhores Destinos, a fabricante do sistema é a empresa Atpco (Airline Tariff Publishing Company). O diretor da empresa, Thomas Gregorson explicou que passageiros que possuem bilhetes não reembolsáveis ou sem direito a remarcação, agora poderá fazer uma alteração voluntária.

“Por exemplo, se você comprou uma passagem em dezembro, antes da pandemia, e agora, devido a vários motivos, não deseja mais viajar, as companhias aéreas podem anular as restrições com esta solução automatizada”, disse Thomas.

Com o sistema, as companhias poderão permitir que cada viajante faça sua alteração em caso de cancelamento dos voos, processo que antes era feito manualmente por cada empresa. De acordo com levantamento da Atpco, houve cerca de um milhão de voos cancelados no mundo, causados pela Covid-19. A empresa relatou que isso afetou diretamente as companhias aéreas, o que motivou a criação do sistema automático, já que processar manualmente as alterações é muito demorado.

 

Felpuda


Mesmo sem ter, até onde se sabe, combinado com o eleitor, candidato a prefeito começou a apresentar nomes do seu ainda hipotético secretariado, pois parece estar convicto de que conseguirá vencer a disputa.

Os adversários dizem por aí que ele está muito distante de “ser um Jair Bolsonaro”, que, ainda na campanha eleitoral para presidente da República, já falava em Paulo Guedes para ser seu ministro de Economia. Como sonhar é permitido