Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VISITA A MS

'Salvou a vida de muita gente', diz Bolsonaro sobre uso da hidroxicloroquina

Em discurso feito em Corumbá, o presidente citou o medicamento, mas ignorou as mortes causadas pela covid-19 e outras temas emergentes
18/08/2020 16:33 - Nyelder Rodrigues


Elogios a Mato Grosso do Sul, políticos locais e hidroxicloroquina. Assim foi o discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nesta terça-feira (18), durante visita realizada a Corumbá, cidade que enfrenta um surto da covid-19 e já registra, em apenas cinco meses, 74 óbitos pela doença - letalidade de 3,8%.

Apesar da situação crítica enfrentada recentemente pela população corumbaense, a covid-19 foi ignorada no discurso presidencial e inclusive nos cuidados de biossegurança, havendo contato físico e não uso de máscara - algo que já virou rotina nas visitas de Bolsonaro aos estados e também em passeios pelo Distrito Federal.

Outra questão ignorada pelo presidente foram as queimadas que afetaram em larga escala o Pantanal sul-mato-grossense e precisaram de esforços redobrados de equipes da Marinha, Corpo de Bombeiros e PrevFogo para serem controladas.

 
 

Em contraponto, ele destacou  o uso da hidroxicloroquina como medicamento que, segundo sua fala, salvou várias pessoas da covid-19. "Saúdo agora o nosso deputado Luiz Ovando, que desde o primeiro momento esteve conosco na questão da hidroxicloroquina", frisa no discurso Jair Bolsonaro, diante da plateia corumbaense.

"É um remédio para algumas coisas, mas que serviu também para que vidas fossem salvas em todos aqueles que fossem acometidos da covid-19. Muito obrigado, muito obrigado Ovando, por esse apoio em um primeiro momento", finaliza o presidente.

Na viagem de Brasília (DF) para Corumbá, Ovando postou em sua rede social que aproveitou o momento para ter uma "conversa cordial" em área reservada do avião presidencial com Bolsonaro. Ele também postou uma foto sentado ao lado de Bolsonaro.

Deputada ou senadora?

O discurso de Bolsonaro também contou com leves gafes. Em dado momento, ele chamou a senadora Soraya Thronicke (PSL) de deputada, mas logo se corrigiu afirmando que ela é jovem e, por isso, deputada combina melhor, já que senador passa a impressão de ser mais velho. Ele também chamou Mato Grosso do Sul de Mato Grosso, mas logo se redimiu.

Além de Ovando e Soraya, também participaram da comitiva do presidente o senador Nelson Trad Filho (PSD) e os deputados federais Beto Pereira e Bia Cavassa, ambos do PSDB. Bia também é de Corumbá, local do evento de hoje, a inauguração da Estação Radar que será usada para garantir mais segurança na fronteira.

 
Vídeo onde o Presidente Bolsonaro fala sobre "salvar vidas" - Reprodução TV BRASIL GOV
 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...