Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2020

Sem declarar apoio a prefeitos, Bolsonaro entra em campanha para vereador em Campo Grande

Presidente anunciou em transmissão ao vivo de quinta-feira declarações favoráveis a candidata da Capital
30/10/2020 11:16 - Da Redação


Em transmissão ao vivo realizada na quinta-feira (29), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) manifestou apoio a candidatura da vereadora de Campo Grande, Subtenente Edilaine (Dem).

A afirmação se deu após a ministra Tereza Cristina, convidada do dia, falar que sua candidata em Campo Grande era Edilaine. “Ela é ‘cabra da peste’ lá?”, perguntou Bolsonaro à ministra, ao que respondeu “ela é ‘cabra da peste’ sim, mulher né”.

“Então, Edilaine candidata a vereadora aí em Campo Grande”, falou o presidente.

Em agosto, Bolsonaro disse que não apoiaria candidatos a prefeito nas eleições municipais deste ano. “Não pretendo, não quer dizer que eu não vou apoiar, mas não pretendo”, anunciou em entrevista à Rádio Difusora Pantanal.

Dois meses após a declaração, nenhum apoio de fato foi anunciado. Contudo, as campanhas em favor de vereadores ao redor do Brasil têm acontecido. 

“Pretendo ficar fora das eleições municipais, não devo apoiar nenhum candidato a prefeito, talvez um ou outro vereador pelo apreço que tenho a essa categoria”, disse Bolsonaro, em agosto.

Na live de ontem, ele divulgou candidatos do Rio de Janeiro, Roraima e São Paulo, entre eles o próprio filho, Carlos Bolsonaro, que disputa um cargo na capital paulista.

Além da campanha, Bolsonaro comentou também sobre a política sul-mato-grossense e disse que o Estado possui uma grande polarização.

“As eleições que mais contam são as presidenciais, são as que mais esquentam a temperatura, uma preocupação muito maior, e sempre, quase sempre uma polarização. Acho que Campo Grande, Mato Grosso do Sul, não é diferente né, a polarização da política lá. E quando há segundo turno, é quase um ‘Fla x Flu’ né, ou então um Comercial e Operário”, concluiu, se referindo a disputa de clássicos no futebol.

VEJA ABAIXO O TRECHO DO VÍDEO ONDE O BOLSONARO FALA:

 
Trecho da live transmitida pelo Facebook - Reprodução
 

Felpuda


Tropas de choque ligadas a alguns vereadores estão agitadas que só nas redes sociais na tentativa de desbancar a concorrência das “chefias” que querem porque querem. Querem a cadeira maior da Câmara Municipal de Campo Grande. A da presidência.

Segundo políticos mais antenados, trata-se do “segundo turno” das eleições do dia 15 de novembro, só que com apenas 29 eleitores.