Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2020

Apoio a Marcos Trad ou candidatura própria? PSDB vai rachado para convenção

Partido será o último a definir o rumo a ser tomado nas eleições deste ano para prefeito da Capital
16/09/2020 10:00 - Da Redação


O PSDB será o último partido a promover, hoje, a convenção partidária, que definirá os rumos da legenda na campanha eleitoral de 2020, em Campo Grande.  

O partido chega “rachado”, pois uma ala de importantes peessedebistas da Capital quer apoiar a reeleição do atual prefeito, Marcos Trad (PSD), mas outros correligionários apostam em uma candidatura própria, encabeçada pela deputada federal Rose Modesto.

A parlamentar protocolou na sexta-feira uma carta de intenção, em que indicava seu desejo de disputar a Prefeitura de Campo Grande. 

No pedido, Modesto solicita que o partido delibere sobre a candidatura própria, por ser o partido de “maior representação política” de Mato Grosso do Sul, e que a libere de apoiar a reeleição de Marcos Trad, caso o partido o apoie na disputa.

No mesmo dia, o presidente municipal da legenda na Capital, João César Mattogrosso, e o presidente estadual tucano, Sérgio de Paula, emitiram uma nota oficial em que reafirmam o compromisso da legenda de apoiar a reeleição de Marcos.

“O PSDB reafirma seu compromisso e sua coerência nas eleições municipais de Campo Grande, apoiando a reeleição do prefeito Marquinhos Trad. Temos convicção que este é o melhor caminho para continuarmos avançando nas ações conjuntas, que estão transformando nossa Capital e oferecendo melhor qualidade de vida à população”, diz o documento.

Em outro ponto, o partido ainda revela o alinhamento entre o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), e a atual administração municipal de Campo Grande.

“Em cinco anos, o governador destinou mais de R$ 1 bilhão para obras de infraestrutura, saúde, segurança pública, esporte, educação, entre outras áreas espalhadas por todas as regiões de Campo Grande. Agora, esta parceria se consolida com o apoio à reeleição do prefeito Marquinhos Trad”, finalizou a nota.

Outro fator que pode contribuir para que os tucanos caminhem com o atual prefeito deve-se ao fato do reconhecimento de Azambuja, em que ele afirma que o apoio de Marcos foi fundamental para que ele vencesse no segundo turno as eleições contra o juiz Odilon, em 2018.

Essa movimentação gerou uma grande expectativa – que provavelmente caiu por terra no fim de semana – de uma possível aliança com o PSD de Trad, em que traria como vice o vereador e presidente da Câmara campo-grandense, João Rocha.

 
 

Vice mantida?

No entanto, o mandatário do Patriotas no Estado, deputado Lídio Lopes, afirmou que a atual vice-prefeita e esposa, Adriane Lopes, aceitou o convite feito por Marcos e provavelmente vai, novamente, compor a chapa.

O vereador João César Mattogrosso foi ouvido pela reportagem do Correio do Estado e acabou reforçando novamente o alinhamento com a atual gestão.

“Desde sexta-feira nada mudou, pois estamos convictos em nossa escolha. Acredito que na quarta, dia da nossa convenção, iremos votar e escolher o melhor rumo para nosso partido e Campo Grande”, finalizou.

 

Felpuda


Como era de se esperar, as pesquisas mexeram nos ânimos de candidatos, principalmente daqueles que apareceram com índices pífios.

E assim, muitos deles certamente darão novo rumo às suas campanhas eleitorais.

A maioria, é claro, tenta mostrar otimismo, e o que mais se ouve por aí é que “agora o momento será de virada”.

Como disse atento e irônico observador: “Tem gente por aí que poderá virar, sim. Mas virar gozação!”. Ui...