Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PROGRAMA

Ganhadores da nota premiada de Mato Grosso do Sul podem perder R$ 620 mil

Consumidores sorteados em abril tem até 14 de agosto para resgatar prêmios
01/08/2020 11:45 - Súzan Benites


Em agosto termina o prazo para que os consumidores que tiveram suas dezenas sorteadas em abril, no programa Nota Premiada MS, resgatem os prêmios. São 217 ganhadores que ainda não fizeram o cadastramento e podem perder R$ 620 mil em prêmios.  

Nota Fiscal

Desde o início da ação foram emitidas mais de 30,500 milhões de notas fiscais com o CPF.

E quase 2 mil pessoas foram sorteadas. 

Prêmios 

Mensalmente, são distribuídos R$ 300 mil reais em prêmios para os consumidores que acertarem seis ou cinco números no referido sorteio da Mega-Sena. 

“É preciso que as pessoas não percam o prazo e se cadastrem para receberem seus prêmios, são R$ 620 mil reais em prêmios ainda não buscados perto de expirar. A pessoa tem que conferir no site”,  explicou o chefe da Unidade de Educação Fiscal da Sefaz, Amarildo Cruz.

Campanha

A campanha da gestão estadual passou a valer no dia 1° de janeiro, desde esta data, a cada compra a partir de R$ 1, o consumidor tem direito de exigir o CPF na nota fiscal.  

“Nossa avalização desse programa é a mais positiva possível, mesmo considerando o período atípico de pandemia. Hoje temos 21% das notas emitidas com CPF, antes o percentual era de 8%. Ainda não temos números exatos sobre a arrecadação, mas o Estado teve uma ampliação da arrecadação que com certeza entre 5% e 10% deve-se a nota premiada. Todos os indicadores mostram o sucesso do programa”, disse Cruz ao Correio do Estado.  

A intenção do programa, conforme a gestão estadual, é evitar a sonegação de impostos, e fazer com que o consumidor seja um fiscal, como recompensa ele concorre a R$ 300 mil em prêmios.

Sorteio

O último sorteio foi realizado na quarta-feira (29). Um morador de Campo Grande foi o único que acertou as seis dezenas e levou R$ 100 mil no programa Nota MS Premiada, do governo de Mato Grosso do Sul. Além do sortudo da Capital, outras 342 fizeram a quina e receberão o prêmio de R$ 584,80 cada.  

Para participar do Nota MS Premiada, basta o consumidor pedir para incluir o CPF na nota fiscal.

Após ser sorteado o ganhador tem de informar os dados bancários no momento em que efetuar o cadastro no site.“Validado o cadastro, as informações obtidas já são enviadas para o pagamento nas datas já previstas”, ressaltou o chefe da Unidade de Educação Fiscal da Sefaz.

Conforme o Decreto 15.341/19, o ganhador tem até o 15º dia do mês subsequente ao sorteio para efetuar o cadastro no site para receber o prêmio no dia 20 do mesmo mês. Se o ganhador efetuar o cadastramento do 16º dia até o último dia do mês, ele receberá o prêmio no 5º dia do próximo mês.  

De acordo com a Lei 5.463/19, os prêmios irão prescrever no prazo de 90 dias contados do 15° dia do mês subsequente à data do sorteio. 

Para resgatar a premiação, não é exigido documento físico. 

A cada sorteio o ganhador tem 90 dias de prazo para se cadastrar no portal www.notamspremiada.ms.gov.br e resgatar o valor. 

Os ganhadores do sorteio realizado em abril tem até 14 de agosto para resgatarem os valores. Entre os quase dois mil sorteados, 323 pessoas já deixaram prescrever a data.

 
 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!