Clique aqui e veja as últimas notícias!

CLÁUDIO HUMBERTO

Presidente Jair Bolsonaro: “Quem defende isso é um ditador”

Presidente Jair Bolsonaro sobre possíveis punições contra pessoas que não tomarem a vacina contra a covid
28/11/2020 07:52 - Cláudio Humberto


Barrar Maia e Alcolumbre une esquerda e direita

Nada estabeleceu consenso entre direita e esquerda, nas redes sociais, como a condenação às manobras de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre para se reelegerem presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado. 

A ambição da dupla do DEM ignora artigo da Constituição e conseguiu algo inédito em tempos de divisão política: unir bolsonaristas, petistas etc., segundo pesquisa ModalMais/AP Exata entre 23 e 27 de novembro.

Não caiu bem

A notícia de que o Supremo Tribunal Federal permitiria a reeleição da dupla causou indignação geral. Virou um dos assuntos da semana.

Português claro

Sem apoio no Congresso, Maia e Alcolumbre apelou do STF, onde só têm amigos. Mas o artigo 57 da Constituição é claro: veda a reeleição.

Para a imprensa, pode

O STF ainda vai julgar a ação no dia 4, mas, para criar “clima favorável” às suas pretensões, a dupla espalha que já tem “maioria” dos ministros.

Inconstitucional é pouco

A pesquisa apontou que a tentativa da dupla motivou “acusações de desrespeito pela Constituição e novos pedidos de intervenção militar”.

Contribuinte paga conta do apagão; a empresa, não

A causa do apagão do Amapá ainda não foi determinada, mas a maior punição já foi aplicada pelo governo Bolsonaro ao pagador de impostos, que terá de bancar a conta de luz dos amapaenses. 

A empresa LMTE, da Gemini (Isolux), responsável pelo apagão, será premiada com o recebimento integral do valor da conta de energia. 

O custo bilionário da negligência será bancado com a volta do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) sobre o crédito e cartões de crédito de quem já é explorado pelos bancos.

Punhalada nos cidadãos

Ao ressuscitar o IOF para bancar a conta de luz do Amapá, punhalada nas costas dos brasileiros, o governo surpreendeu até os bancos.

Sempre na nossa conta

A LMTE/Gemini/Isolux pode até pagar reparação civil após ação judicial. Mas a receita de R$1,9 bilhão está garantida pelo contribuinte otário.

Dinheiro mais caro

Contratos de empréstimo ou crédito que estavam em negociação até quinta-feira (26) terão de ter o IOF adicionado à conta. Muitos desistiram.

Falar é fácil

O governador João Dória (SP) diz defender ciência e medicina, mas quando viu que as vacinas trazidas da China só serviram para fotos, a política venceu: ele já busca como aplica-las sem autorização da Anvisa.

Agressividade inútil

Eduardo Bolsonaro só atrapalha quando critica a China, mas o analista político Hamilton Mourão, vice-presidente nas horas vagas, está certo: o embaixador Wanming Yang deve se queixar pelas vias diplomáticas. 

E evitar notas desnecessariamente agressivas contra políticos brasileiros.

Cadê o exame?

Após haver criticado Bolsonaro por não “provar” os resultados dos testes de covid que divulgava, a mídia isenta do Brasil não fez a mesma exigência de Guilherme Boulos, que diz ter testado positivo.

Se traduzir em votos...

Dos quase 5,2 milhões de posts no Twitter sobre 2º turno em todo o País, nas duas semanas seguintes ao 1º turno, Guilherme Boulos (Psol) foi o nome mais comentado, seguido de Bruno Covas (PSDB).

Por trás do voto

Líder em Maceió, segundo todas as pesquisas, o candidato JHC (PSB) teve quatro marqueteiros em sua campanha. Igor Paulin fez o 2º turno. A baiana Renata Melo tocou a campanha de Alfredo Gaspar (MDB).

Tudo pela metade do dobro

A promoção Black Friday, que o Brasil desmoralizou inventando algo como “tudo pela metade do dobro”, rendeu multas do Procon em todo o País. Muitos comerciantes foram flagrados enganando a clientela, claro.

Justiça ao trabalho

O TST recebeu o selo diamante no Prêmio CNJ de qualidade, única corte superior a obtê-lo. Para a presidente, ministra Maria Cristina Peduzzi, é um reconhecimento ímpar e um estímulo para a Justiça do Trabalho.

Confiança no sistema

Em relação ao mesmo mês em outros anos eleitorais, outubro de 2020 apresentou o menor número de “publicações que confrontam o sistema eleitoral” da série histórica, diz o estudo “Democracia Digital” da FGV.

Pensando bem...

...covid não é nenhuma facada.

PODER SEM PUDOR

Maometano dissidente

Os militares prenderam Cláudio Tavares no Recife, em 1964, e depois o intimaram a prestar depoimento ao conhecido coronel Ibiapina, que comandou a maioria dos inquéritos da 7ª Região Militar: “Como o senhor se define ideologicamente? – perguntou o oficial. 

“Sou um comunista maometano dissidente”, respondeu. Ibiapina nada entendeu. Coçou a cabeça e ordenou ao datilógrafo: “Cabo, depoimento encerrado. Ele tá de gozação. Depois a gente retoma.” E não se falou mais no assunto.