Clique aqui e veja as últimas notícias!

CORONAVÍRUS

Mato Grosso do Sul ultrapassa marca de 2,6 mil mortes por coronavírus

Mais de 600 pessoas estão internadas com Covid-19 em hospitais do Estado
13/01/2021 12:34 - Naiara Camargo


Mato Grosso do Sul já tem 146.143 casos confirmados de Covid-19 e 2.609 óbitos pela doença, de acordo com o Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES) desta quarta-feira (13).

Apenas nas últimas 24 horas foram registrados 1.095 novos casos e 22 mortes. Em isolamento domiciliar encontram-se 12.745 doentes. Recuperados somam em 130.142.

A média móvel de casos está em 998,7. Já a média móvel de óbitos em 21,4. A taxa de letalidade é de 1,8 e a taxa de contágio 1,02.

Há 647 pessoas internadas, sendo 349 em leitos clínicos (214 público; 135 privado) e 298 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) (221 público; 77 privado).

Últimas notícias

Campo Grande registrou de ontem para hoje 310 novos casos; Dourados 202; Corumbá 56; Três Lagoas 56; Ponta Porã 38; Anastácio 35; Maracaju 29; Naviraí 28; Itaquiraí 26; Aquidauana 22 e Ivinhema 21.

As cidades que apresentara mortes nas últimas 24 horas são Campo Grande, Batayporã, Dourados, Jardim, Naviraí, Tacuru, Nova Andradina, Maracaju e Dois Irmãos do Buriti.

Na madrugada de hoje, o prefeito eleito de Goiânia morreu em virtude da doença, após quase 3 meses internado.

Panorama da Covid-19 no Brasil

Já são 8.195.637 brasileiros infectados pelo vírus e 204.690 óbitos. É o segundo maior número de mortes em todo o mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Só de ontem para hoje, foram 64.025 novos casos e 1.110 óbitos.

O sudeste é o que mais preocupa tanto em casos, quanto em mortes. A região já possui 2.897.150 casos confirmados e 93.770 óbitos.

A região norte é a que tem menor número de casos (904.284). A região Centro-Oeste é a que possui menor número de mortes (18.585), desde o início da pandemia.

Panorama da Covid-19 no mundo

Já são 91.727.510 casos confirmados e 1.965.238 mortes por Covid-19 em todo o mundo. A situação é pior nos Estados Unidos, que já tem quase 23 milhões de casos e 381 mil óbitos.

A Índia vem em segundo lugar com o pior número de casos, que já somam 10.495.147. Em terceiro, o Brasil.

O país europeu mais afetado pela pandemia foi o Reino Unido, com 3.164.051 casos e 83.203 óbitos desde o início da pandemia.

O país com menor número de casos é Saara Ocidental (10), localizado na África.

Cambodja, São Vicente e Granadinas, Aland, Dominica, Vaticano e Groenlândia são alguns dos países que não registraram nenhuma morte.

Esperança

De acordo com o Instituto Butantan, eficácia geral da Coronavac é de 50,4%. 

“Viva o sus, viva a vacina e viva a nossa esperança que poderemos modificar o ano de 2021”, celebra Christinne Maymone, secretária adjunta de saúde.

A Câmara Municipal de Vereadores aprovou na manhã desta quarta-feira (13), o projeto de lei que autoriza a compra de vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 

A Prefeitura Municipal de Campo Grande (PMCG) já enviou ofício com o pedido de 347.817 doses da Coronavac ao Instituto Butantan.

Geraldo afirma que faltam poucos dias para que a população seja vacinada. A vacinação deve começar no dia 20 deste mês. “Final de janeiro e início fevereiro temos a perspectiva de começar a fazer a vacinação”.

Marcos Trad, prefeito da capital, afirmou que Campo Grande, São Paulo e Rio de Janeiro serão as primeiras cidades a receber a vacina da Coronavac.

Mato Grosso do Sul contará com o apoio da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros para distribuir as vacinas pelo Estado. Geraldo diz criar um plano para que em 48 horas, todas as vacinas estejam nos 79 municípios.

O governo do Estado já possui e abriu licitação para compra de mais 6 milhões de agulhas e 340 mil seringas.

“Não vamos descansar sábados, domingos, feriados. Vamos trabalhar incessantemente para ter sucesso nessa batalha final que é aguardada por tanta gente”, disse Geraldo Resende, secretário de Estado de Saúde.

Sintomas do novo coronavírus

É possível que o cidadão esteja infectado pelo vírus da Covid-19, caso apresente os seguintes sintomas:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Perda do olfato
  • Perda do paladar
  • Falta de ar
  • Dificuldade para respirar
  • Dor ou pressão do peito

Orientações

A SES afirma que o isolamento social; o uso de máscara e álcool gel e a higienização das mãos com água e sabão são medidas imprescindíveis para conter a propagação do novo coronavírus.

Pessoas que apresentarem febre, tosse seca ou dor de garganta devem permanecer em isolamento por 14 dias e procurar uma unidade básica de saúde mais próxima. “Logo no primeiro sintoma, procure uma unidade de saúde”, afirma a secretária adjunta.

“Distanciamento físico e uso de máscara de forma correta. Isso é essencial para que enfrentemos a pandemia”, apela Christinne.

Geraldo clama todos os dias aos sul-mato-grossenses para que mantenham a higienização das mãos.

Assine o Correio do Estado