Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

OPORTUNIDADE

Hospital Regional abre processo seletivo com 231 vagas para técnicos de enfermagem

Unidade tem déficit de profissionais; Salário é de R$ 1,2 mil mais adicional de função, de R$ 1.027,20
18/09/2020 09:43 - Glaucea Vaccari


Hospital Regional de Mato Grosso do Sul abriu processo seletivo para contratação temporária de 231 técnicos de enfermagem.

Edital completo está disponível no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (18).

Conforme o edital, o objetivo é diminuir o déficit de profissionais existente na unidade, de modo a assegurar a continuidade da prestação dos serviços de enfrentamento ao coronavírus.

Inscrições devem ser feitas desta sexta-feira (18) até às 23h45 do dia 22 de setembro, próxima terça-feira, pelo site http://www.concursos.ms.gov.br/

É requisito para se candidatar a vaga ter Ensino Médio Técnico Profissionalizante em Enfermagem, ou Curso de Ensino Médio, acrescido de Curso Técnico de Enfermagem, e registro profissional regular no Conselho Regional de Enfermagem.  

Carga horário é de 40 horas semanais, com salário base de R$ 1.284,04, mais adicional de função de R$ 1.027,20.

Profissional também poderá receber adicional de insalubridade, adicional de plantão de serviço e adicional por trabalho noturno.  

Também é requisito que o profissional não exerça outro cargo, emprego ou função pública.

Processo seletivo será composto da fase de inscrição, de caráter eliminatório, e avaliação curricular, de caráter eliminatório e classificatório.

Resultado final será divulgado em edital publicado no Diário Oficial e no site Concurso MS no dia 1º de outubro.

Após homologação, candidatos aprovados serão convocados para apresentação de documentos, comprovação de requisitos e contratação.

Período de contratação será de até um ano, podendo ser prorrogado ou rescindido a qualquer momento.

Processo seletivo simplificado é realizado sobre responsabilidade das Secretarias Estaduais de Administração e de Saúde. 

 
 

Felpuda


Tropas de choque ligadas a alguns vereadores estão agitadas que só nas redes sociais na tentativa de desbancar a concorrência das “chefias” que querem porque querem. Querem a cadeira maior da Câmara Municipal de Campo Grande. A da presidência.

Segundo políticos mais antenados, trata-se do “segundo turno” das eleições do dia 15 de novembro, só que com apenas 29 eleitores.