Clique aqui e veja as últimas notícias!

COVID-19

Instituto Butantan afirma que Ministério da Saúde não descarta novos acordos de compra da CoronaVac

Queiroga foi questionado sobre notícias segundo as quais o Ministério da Saúde estaria preocupado com a eficácia da CoronaVac
21/06/2021 19:00 - Mariana Moreira


Após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga ser questionado por senadores nesta segunda-feira (21), sobre a possibilidade de romper o contrato para compra de novas doses da CoronaVac, o Instituto Butantan afirmou ao Correio do Estado, que a pasta tem intenção de firmar novos acordos de compra do imunobiológico sino-brasileiro.  

O ministro negou haver desconfiança em relação ao imunizante e sua eficácia. “O fato é que essa vacina tem sido útil para o Plano Nacional de Imunização, e essa é a posição oficial do Ministério da Saúde, até que exista algum dado científico que faça com que nós tenhamos uma posição diversa”, acrescentou Queiroga.

Desde 17 de janeiro deste ano, o Butantan já entregou ao governo federal 52,2 milhões de doses da CoronaVac. 

O último lote de 2,2 milhões de vacinas recebidas pelo Ministério da Saúde na sexta-feira (18), já contempla o segundo contrato firmado entre o Instituto e a pasta.  

O primeiro contrato, de 46 milhões, foi cumprido em 12 de maio. 

Segundo o Butantan, até setembro o Instituto deve chegar à marca de 100 milhões de doses entregues ao Ministério da Saúde.  

Últimas Notícias

Um novo lote de 6 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) deve chegar a São Paulo até o final deste mês, o que permitirá a produção de mais 10 milhões de doses. 

De acordo com o Instituto Butantan, uma nova fábrica está sendo montada para viabilizar a partir de dezembro, a produção integral das primeiras doses de CoronaVac sem necessidade de importação de matéria-prima.  

A fábrica está sendo viabilizada com recursos exclusivos da iniciativa privada, mediante doações que já superam R$ 190 milhões. 

As obras devem ser concluídas em setembro e o local terá capacidade para fabricar outras 100 milhões de doses por ano. 

Hoje, o Butantan processa e envasa o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) proveniente da Sinovac, parceira de desenvolvimento com sede na China.